Vale do Lima
Abertura
Mapa do Concelho
Mapa da Vila
Património
- A Vila
- Ermelo
- Paço de Giela
- Rebuçados dos Arcos
- Santuário de Nossa Sra. da Peneda
- Sistelo
- Soajo
Contatos
Início Região Concelhos Património Lazer Tradição Onde Comer Onde Dormir

Brandas e Inverneiras

 

Caraterísticas das zonas serranas do Minho, as brandas são marcos importantes do património etnológico desta região, vestígios de um comunitarismo que pouco a pouco vai desaparecendo. A branda é um espaço de uso sazonal, com uma ocupação secundária, ligada sobretudo com os usos agrícolas e pastoris de verão, por oposição à inverneira, tradicionalmente de cariz mais permanente. Ocupam geralmente cotas de terreno acima dos 600 metros, substancialmente mais altas que as inverneiras a que se associam. Um exemplo referencial do convívio entre espaço de branda e espaço de inverneira é o apresentado na freguesia de Gavieira; os lugares de Roussas, Tibo e Igreja estão em relação direta com antigas inverneiras ligadas ao uso mais permanente do espaço, correspondendo-lhes as respetivas brandas de S. Bento do Cando, Gorbelas e Junqueira, cultivadas no verão, onde se fixa sazonalmente a população ativa e permanente do respetivo lugar.

 

 
Receba
as novidades
no seu e-mail
nome:
e-mail:
Vale do Minho Vale do Lima Vale do Cávado Vale do Ave e Terras de Basto
Contactos | Mapa do site
Copyright © 2008 A Nossa Terra. Todos os Direitos Reservados Desenvolvido por: Direnor