Vale do Cávado
Abertura
Mapa do Concelho
Mapa da Vila
Museus
Contatos
Início Região Concelhos Património Lazer Tradição Onde Comer Onde Dormir

Património Edificado

 

Paço do Município: edifício que alberga a Câmara Municipal. Igreja Paroquial de São João Baptista do Mosteiro: data do séc. XVII-XVIII e contempla vários estilos arquitetónicos, nomeadamente, maneirista, barroco e rococó. Casa de Lamas: antigo solar no centro da vila, cujo interesse arquitetónico motivou a abertura de um processo de classificação, como Imóvel de Interesse Público. Alberga a Casa Museu Adelino Ângelo. Monte do Castelo (povoado fortificado), Ponte Românica de Agra, Pelourinho de Celeirô (IIP) e Casa Professor Carlos Teixeira, todos em Rossas. Gravuras rupestres do Zebral, Pelourinho (construção provável do séc. XVI) e Ponte da Mizarela (IIP, ponte de um só arco de origem medieval, está-lhe associada a lenda de que foi construída pelo diabo); todos em Ruivães. Capela de Nossa Senhora da Fé: ou do Monte de Santa Cecília. Construção dos finais do séc. XVIII e Igreja Paroquial de Cantelães: o atual edifício tem traça do séc. XIX, embora com vestígios da primitiva igreja românica. Ambos na mesma localidade. Capela da Senhora da Orada: em Pinheiro, no seu interior, podemos encontrar dois altares laterais dedicados à Senhora de Fátima e à Senhora de Guadalupe, e no fundo um retábulo que data do século XVII. Capela de Nossa Senhora da Lapa: situada no monte do Penamourinho em Soutelo, foi construída em 1694 e destaca-se pela sua originalidade, uma vez que foi edificado no interior de um penedo. Capela de Calvelos: construção setecentista, reconstruída na década de 80, do séc. XX, em Soengas. Capela da Casa de Cibrão e Casa e Capela de S. Miguel: ambas do séc. XVIII e Pelourinho da Caniçada (o que resta do antigo pelourinho foi reconstruído já na segunda metade do séc. XX), todos em Caniçada. Pelourinho (IIP, transformado em cruzeiro de procissões) e Ponte do Boco (construída em 1908, foi a primeira ponte a ser erguida em betão armado no Distrito de Braga): ambos em Parada de Bouro. Ponte da Pértega (ponte medieval de um só arco) e Lagar de Azeite (com mais de 300 anos, recentemente recuperado a fim de manter vivas as memórias do fabrico tradicional de azeite), ambos em Vilarchão. Fornos Comunitários: nas aldeias de Campos e Lamalonga, datam do 1.º quartel do século XX e foram recuperados nos anos 90.

 

Receba
as novidades
no seu e-mail
nome:
e-mail:
Vale do Minho Vale do Lima Vale do Cávado Vale do Ave e Terras de Basto
Contactos | Mapa do site
Copyright © 2008 A Nossa Terra. Todos os Direitos Reservados Desenvolvido por: Direnor