Vale do Cávado
Abertura
Mapa do Concelho
Mapa da Cidade
Património do Concelho
Museus
Contatos
Início Região Concelhos Património Lazer Tradição Onde Comer Onde Dormir

Património Edificado da Cidade

Torre da Porta Nova ou Medieval: MN, faz parte da muralha do séc. XV. Desde o séc. XVII até 1932 funcionou como cadeia. Hoje alberga o Centro de Interpretação do Galo e da Cidade de Barcelos. Paço dos Condes de Barcelos (ruínas): MN, mandado construir na primeira metade do séc. XV por D. Afonso, 8.º Conde de Barcelos, 1.º Duque de Bragança. Aqui está instalado o Núcleo Arqueológico. Igreja de Santa Maria Maior, Matriz de Barcelos: MN, templo de transição do românico para o gótico, profundamente alterado nos séculos XV e XVIII. Igreja do Bom Jesus da Cruz: IIP, data de 1710 e é um dos exemplos mais significativos do barroco em Barcelos. No interior destacam-se os altares em talha barroca e os azulejos. Igreja de Nossa Senhora do Terço: IIP, construção do séc. XVIII, fazia parte do convento beneditino fundado pelo arcebispo de Braga e, mais tarde, da Irmandade do Terço. Destacam-se os azulejos no interior e a sua valiosa talha dourada. Igreja da Misericórdia: a atual construção é do séc. XIX. Solar dos Pinheiros: MN, edifício de 1448, cuja construção é atribuída ao fundador da Casa de Bragança, Pedro Esteves. Solar do Benfeito: exemplar do barroco civil do séc. XVIII. Casa dos Beça Meneses: construída em meados do século XVIII, constitui a mais decorada fachada de Barcelos. Paços do Concelho: do atual edifício fazem parte o antigo Hospital do Espírito Santo, a capela de Santa Maria e a antiga Casa da Câmara. Pelourinho de Barcelos: IIP, um dos mais emblemáticos a nível nacional, pelo seu refinamento artístico. Ponte Medieval sobre o rio Cávado: MN, é uma edificação gótica do início do séc. XIV e faz a ligação entre Barcelos e Barcelinhos. Chafariz do Campo da Feira: obra do João Lopes, do séc. XVII. Teatro Gil Vicente: é um dos mais emblemáticos edifícios da cidade; aberto ao público em 1902, depois de vários anos fechado, reabriu em 2013. séc. XVII.
 
 
Receba
as novidades
no seu e-mail
nome:
e-mail:
Vale do Minho Vale do Lima Vale do Cávado Vale do Ave e Terras de Basto
Contactos | Mapa do site
Copyright © 2008 A Nossa Terra. Todos os Direitos Reservados Desenvolvido por: Direnor