Vale do Ave e Terras de Basto
Abertura
Mapa do Concelho
Mapa da Cidade
Património Edificado da Cidade
Património Edificado do Concelho
Museus
Contatos
Abação (São Tomé)
Airão São João
Airão Santa Maria
Aldão
Arosa
Atães
Azurém
Balazar
Barco
Briteiros Salvador
Briteiros Santa Leocádia
Briteiros Santo Estêvão
Brito
Caldelas (Caldas das Taipas)
Calvos
Candoso São Martinho
Candoso Santiago
Castelões
Conde
Costa
Creixomil
Donim
Fermentões
Figueiredo
Gandarela
Gémeos
Gominhães
Gonça
Gondar
Gondomar
Guardizela
Infantas
Leitões
Longos
Lordelo
Mascotelos
Mesão Frio
Moreira de Cónegos
Nespereira
Oleiros
Oliveira do Castelo
Pencelo
Pinheiro
Polvoreira
Ponte
Prazins Santa Eufémia
Prazins Santo Tirso
Rendufe
Ronfe
Sande São Clemente
Sande São Lourenço
Sande São Martinho
Sande Vila Nova
São Faustino
São Paio
São Sebastião
São Torcato
Selho São Cristóvão
Selho São Jorge (Pevidém)
Selho S. Lourenço
Serzedelo
Serzedo
Silvares
Souto São Salvador
Souto Santa Maria
Tabuadelo
Urgezes
Vermil
Início Região Concelhos Património Lazer Tradição Onde Comer Onde Dormir
 
CORVITE
 
Memória Descritiva dos Símbolos Heráldicos
Tabardo - Peça de vestuário, originária do manto, símbolo heráldico com mais de dez séculos, vem representar a indústria têxtil, nomeadamente, a indústria do vestuário.
Rosa – É o símbolo da padroeira da freguesia, Nª Sra do Ó. Na arte de brasonar, a rosa é também símbolo da juventude. Corvite é a freguesia mais recente do Concelho de Guimarães.
Maçãs – Traduzem o espaço rural que caracteriza esta freguesia, em particular a fruticultura.
 
Caracterização e Síntese Histórica
A acolhedora localidade de Corvite está disposta na margem esquerda do rio Ave, distando 4 quilómetros a Noroeste da cidade de Guimarães. A actividade económica desta freguesia assenta sobretudo na indústria têxtil e construção civil, trabalhando-se também na agricultura, vinicultura, fruticultura, pecuária e a criação de cavalos de raça, com algum proveito para a localidade. Apesar da sua origem medieval e da longínqua história, Corvite é a freguesia mais recente do concelho de Guimarães, embora já tivesse sido freguesia outrora, sendo agregada administrativamente à freguesia de Ponte. Porém, Corvite surge na história documentada logo no século XI, com a designação “Villa Frojan”, que corresponde ao actual lugar de Freijão. Como freguesia, existem escritos de que já existia de forma administrativamente independente no ano de 1290. Em 1442, a Colegiada de Guimarães detinha parte da freguesia, não existindo documentos que atestem a época em que Corvite deixa de ser freguesia, sabendo-se apenas que nos censos de 1911 a contagem da população de Corvite tenha sido feita em conjunto com a de S. João de Ponte, supondo-se assim que nesta data já estivesse agregada àquela localidade, hoje vila. Até ao ano de 1956 é considerada em algumas situações como freguesia e apenas paróquia noutras. A partir desta data, o título de freguesia cai definitivamente, existindo apenas com o seu nome a paróquia de Santa Maria de Corvite. Em 1 de Julho de 2003 a “reconstituição” da freguesia foi aprovada em Assembleia da República, voltando a ser freguesia desde 1 de Janeiro de 2004.
 
Património Cultural Imóvel
Igreja Velha de Corvite (Monumento de Interesse Público), Igreja Paroquial, Nicho da Imaculada Conceição e Nicho de Nossa Senhora de Fátima, Casas Brasonadas, Cruzeiros (2) e Alminhas.
 
Locais de Interesse Turístico
Igreja Paroquial e Igreja Velha - «A Igreja de Santa Maria de Corvite apresenta uma planta longitudinal de nave única e capela-mor rectangular. À esquerda foi adossada ao corpo da igreja uma torre sineira rematada por cornija recta, cujo acesso é feito por escadaria adossada. A igreja possuía originalmente um alpendre, que foi removido nos anos 30 do século XX. No interior destacam-se os frescos existentes na maioria dos panos murários, postos a descoberto em 1988, depois de serem retirados os altares de talha e o reboco das paredes. Na nave podem ver-se as representações de Santa Bárbara e Santa Catarina de Alexandria, e ladeando o arco triunfal de volta perfeita que separa a capela-mor do corpo da igreja, foram pintadas imagens do Martírio de São Sebastião, São Brás e Santo Antão. Do lado da Epístola foi colocado o púlpito, quadrado e com balaustrada de madeira. O pano murário da capela-mor apresenta um fresco com uma representação da Virgem, ladeada por dois anjos, um segurando uma jarra de flores, símbolo do Mistério da Anunciação, e outro soltando uma pomba, remetendo para o momento da Purificação no templo.» (IGESPAR)
 
Padroeiro/Festividades
N. Sr.ª do Ó (18 de Dez./Festividade em Maio), Semana Santa e Corpo de Deus.
 
Equipamento e Serviço Social
Sede da Junta de Freguesia (com Serviço de Enfermagem – semanalmente), Jardim de Infância, Escola Básica do 1º Ciclo (com Cantina Escolar e Polidesportivo), Salão Paroquial, Capela Mortuária e Apoio Domiciliário (Centro Social de Caldelas).
 
Serviços
Turismo de Habitação
 
Freguesia em Números
Área (i): 184,78ha
Abastecimento de Água - Rede Pública (ii): 90%
Saneamento Básico (ii): 70%
Iluminação Pública (ii): 100%
Transportes (ii): Inexistente
Habitantes (iii): 883 (H-448 M-435) 
Eleitores (iv): 724 (H-365 M-359)
Alojamento (iii): 342                           Famílias (iii): 272
Faixas Etárias (iii): 0/14-166 15/24-126 25/64-493 65 ou mais-98
Habilitações (iii): Nenhuma-195 Básico-545 Secundário-99  Superior-44
[Fontes: i. Câmara Municipal Guimarães; ii. Junta Freguesia; iii. INE Censos 2011; iv. DGAI]
 
Movimento Associativo
Corpo Nacional de Escutas – Agrupamento Nº 365
Telefone: 967 306 080    
Fundação: 1972    
Actividades: Escutismo
Fraternidade Nuno Álvares - Núcleo Nº 41 
Telefone: 253 578 985    
Fundação: 2007    
Actividades: Escutismo adulto
Grupo Coral de Corvite
Telefone: 961 942 330    
Fundação:1982     
Actividades: Cântico litúrgico
 
Pároco
Manuel António Pinheiro Faria    
Telefone: 966 131 347
 
Junta de Freguesia
Morada: Rua Padre António Matos, nº 299   4805-216 Corvite - Guimarães
Coordenadas GPS: N 41º 28’25.62’’ / W 8º 19’6.02’’
Telefone/Fax: 253 579 040
E-mail: jfreg.corvite.guim@sapo.pt
Horário de Funcionamento: 3ª e 5ª feira 19h00-20h00; sábado 10h30-12h00
Presidente: Guilherme Neves Mendes (2º mandato)
Secretária: Rosa Andreia Neves Azevedo
Tesoureiro: Luís da Silva Freitas
Receba
as novidades
no seu e-mail
nome:
e-mail:
Vale do Minho Vale do Lima Vale do Cávado Vale do Ave e Terras de Basto
Contactos | Mapa do site
Copyright © 2008 A Nossa Terra. Todos os Direitos Reservados Desenvolvido por: Direnor