Vale do Ave e Terras de Basto
Abertura
Mapa do Concelho
Mapa da Cidade
Património
Museus
Contatos
Abação (São Tomé)
Airão São João
Airão Santa Maria
Aldão
Arosa
Atães
Azurém
Balazar
Barco
Briteiros Salvador
Briteiros Santa Leocádia
Briteiros Santo Estêvão
Brito
Caldelas (Caldas das Taipas)
Calvos
Candoso São Martinho
Candoso Santiago
Castelões
Conde
Corvite
Costa
Creixomil
Donim
Fermentões
Figueiredo
Gandarela
Gémeos
Gominhães
Gonça
Gondar
Gondomar
Guardizela
Infantas
Leitões
Longos
Mascotelos
Mesão Frio
Moreira de Cónegos
Nespereira
Oleiros
Oliveira do Castelo
Pencelo
Pinheiro
Polvoreira
Ponte
Prazins Santa Eufémia
Prazins Santo Tirso
Rendufe
Ronfe
Sande São Clemente
Sande São Lourenço
Sande São Martinho
Sande Vila Nova
São Faustino
São Paio
São Sebastião
São Torcato
Selho São Cristóvão
Selho São Jorge (Pevidém)
Selho S. Lourenço
Serzedelo
Serzedo
Silvares
Souto São Salvador
Souto Santa Maria
Tabuadelo
Urgezes
Vermil
Início Região Concelhos Património Lazer Tradição Onde Comer Onde Dormir
 
LORDELO
 
Memória Descritiva dos Símbolos Heráldicos
Burelas ondadas – Simbolizam o rio Vizela que percorre e limita a freguesia.
Livro, cabaça e cajado – Representam os atributos de S. Tiago, padroeiro de Lordelo.
Ramos de loureiro – Justificam o topónimo latino “Lauretellum” relacionado com a flora, derivado da abundância de moitas de loureiro que ainda hoje se encontram nesta terra.
 
Caracterização
Lordelo integra o conjunto de vilas do concelho de Guimarães, sendo uma das maiores freguesias do município vimaranense. Fraterna e acolhedora, dista da cidade de Guimarães cerca de 12 quilómetros, a sudoeste, colocando-se na margem direita do Rio Vizela. Trata-se de uma localidade limite do concelho, traçando fronteira com a Vila das Aves, já pertencente a Santo Tirso, bem como outras freguesias, igualmente deste concelho, que é distrito do Porto, fazendo ainda fronteira com concelho minhoto de Vila Nova de Famalicão. Assume-se, assim, como um importante ponto geográfico, estrategicamente localizado a nível inter-concelhio, reforçado pela passagem da Estrada Nacional 105 e ainda pela via-férrea, dispondo de uma estação ferroviária, ambas vias de comunicação que ligam Guimarães ao Porto. A actividade económica nesta freguesia baseia-se, maioritariamente, no sector da indústria, para a qual contribui, de forma veemente, a existência da Zona Industrial de Mide. Os cerca de 4 mil habitantes da freguesia de Lordelo tornam-na uma das mais populosas do concelho, tendo sido elevada a vila em 30 de Agosto de 1995.
 
Síntese Histórica
A toponímia da freguesia tem origem no latim, cuja etimologia apontava para as palavras “Loordello”, “Laordello”, derivadas da palavra “Lauretellum”, que está relacionado com a palavra loureiro. Este termo surge associado a esta freguesia devido à abundância de moitas de loureiro existentes em Lordelo. O topónimo Lordelo surge pela primeira vez somente no ano de 1220, aquando das Inquirições de D. Afonso II, então nomeado “Collatio Sancti Iacob de Lordelo”. É este o primeiro registo documental da freguesia, apesar de ser certo que a origem da mesma é muito anterior, antecedendo, inclusive, a fundação da nacionalidade. Os lugares de Lordelo indicam a origem suevo-visigótica. Esta localidade manteve-se durante séculos no Julgado de Vermoim, termo de Barcelos, transferindo-se mais tarde, na divisão administrativa  de Mouzinho da Silveira, em 1836, para o actual concelho. Antes de se constituir como freguesia, Lordelo era um lugar, no actual território da freguesia.
 
Património Cultural Imóvel
Igreja Matriz, Igreja Paroquial, Capela de São João de Calvos (Imóvel de Interesse Público), Capela de Santo António, Capela da Senhora da Sêca, Capela de Nossa Senhora da Conceição (Quinta da Renda), Ponte Romana de Negrelos, Cruzeiro, Pelourinho e Alminhas.
 
Padroeiro/Festividades
São Tiago (Padroeiro - 29 de Julho) e São João (24 de Junho).
 
Filhos Ilustres da Terra
Aurélio Fernando Martins Pereira - Comendador de instrução Pública (1928)
Geraldo José Amadeu Coelho Dias - Padre e professor (1934)
 
Locais de Interesse Turístico
Capela de São João de Calvos (Imóvel de Interesse Público), Marco Geodésico (Pio IX), Igreja Matriz e Ponte Romana de Negrelos - Entre Lordelo e Moreira de Cónegos é uma notável obra de engenharia romana que conserva as principais caraterísticas construtivas da fábrica de origem, constituindo, por isso, um imóvel de elevado valor patrimonial. Apesar das várias intervenções de conservação e restauro de que foi alvo ao longo da sua existência, manteve a sua integridade estrutural, permitindo que hoje se possa considerar como um monumento de referência, tanto pelo seu valor intrínseco, enquanto imóvel de reconhecido interesse arquitectónico, como pelo testemunho de uma vivência multisecular, a partir da qual é possível perscrutar inúmeras realidades históricas. Entre elas e num passado recente, a propósito das invasões francesas, a Ponte de Negrelos viria a conquistar um lugar de relevo na defesa da região. O episódio bélico de que foi palco, datado a 25 e 26 de Março de 1809, reporta-se à heroica tentativa de defesa da passagem da ponte por parte dos habitantes de S. Martinho do Campo (Santo Tirso) à progressão do 31º regimento das tropas francesas comandadas pelo reputado General Jardon que aqui viria a falecer.
 
Artesanato
Trabalhos em inox/cobre (Júlio Silva - 933 207 366), Miniaturas em xisto (casas) (José Castro Ribeiro - 252 941 657), Pintura (José Maria Ferreira - 252 873 840), Cerâmica (Cristina Vilarinho - 966 716 345) e Cerâmica (Alberto Azevedo - 969 716 238).
 
Freguesia em Números          
Área (i): 497,26ha
Abastecimento de Água - Rede Pública (ii): 98%
Saneamento Básico (ii): 98%               Iluminação Pública (ii): 100%
Transportes (ii): Auto Viação Landim, Mondinense, Vale do Ave e CP.
Habitantes (iii): 4287 (H-2080 M-2207) Eleitores (iv): 3870 (H-1880 M-1990)
Alojamento (iii): 1648                           Famílias (iii): 1463
Faixas Etárias (iii): 0/14-586 15/24-522 25/64-2421 65 ou mais-758
Habilitações (iii): Nenhuma-788 Básico-2812 Secundário-437 Superior-250
[Fontes: i. Câmara Municipal Guimarães; ii. Junta Freguesia; iii. INE Censos 2011; iv. DGAI]
Equipamento e Serviço Social
Sede da Junta , Posto da GNR, Capela Mortuária, EB 1 (2) (c/Creche, Jardim de Infância, Cantina Escolar e Polidesportivo), Polidesportivo, Centro Social (c/ Creche, Jardim de Infância, Centro de Dia, Lar para Idosos e Apoio Domiciliário).
 
Serviços
Estação de Serviço, Postos de Abastecimento de Combustíveis (2), Farmácia, Clínicas Dentárias (3), Clínica Geral, Consultórios Médicos (2), Laboratórios de Análises Clínicas (3), CTT, Bancos (2) e Multibancos (6).
 
Movimento Associativo
Associação Cultural e Recreativa de Lordelo
Telefone: 252 875 064    
Fundação: 1975
Activ.: Culturais, rec. e desp. (pesca, futsal, bilhar, karaté, ginástica e cicloturismo)
Associação de Reformados de Lordelo
Telefone: 252 843 512    
Fundação: 1994
Actividades: Creche, jardim infância, centro dia, lar para idosos e apoio domiciliário
Clube de Caçadores de Lordelo
Telefone: 252 843 253    
Fundação: 1979     Actividades: Caça
Clube Ornitológico de Lordelo
Telefone: 913 503 266    
Fundação: 2000
Actividades: Criação e preservação das aves
Corpo Nacional de Escutas – Agrupamento Nº 858
Telefone: 917 169 370    
Fundação: 1979     Actividades: Escutismo
Grupo de Bombos de Lordelo
Telefone: 252 873 813    
Fundação: 1996     Actividades: Percussão
Grupo Coral Litúrgico da paróquia de S. Tiago
Telefone: 913 582 637    
Fundação: 1957     Actividades: Cântico litúrgico
Grupo Coral “ Sementinhas de Jesus”
Telefone: 916 577 128   
Fundação: 2011     
Actividades: Cântico litúrgico
Grupo Folclórico e Etnográfico de Lordelo
Telefone: 252 841 280    
Fundação: 1993    
Actividades: Folclore
Grupo Folclórico das Tecedeiras da Vila de Lordelo
Telefone: 965 746 609    
Fundação: 1995    
Actividades: Folclore
Grupo de Jovens “ Salvi et Spe”
Telefone: 913 618 723   
Fundação: 2006
Actividades: Religiosas, sociais e grupo coral.
Instituição Professor Luís Machado
Telefone: 252 874 122    
Fundação: 1996 
Actividades: Edição do “Lordelo Jornal”
Lordvespas
Telefone: 919 454 552   
Fundação: 2010
Actividades: Encontros de vespas e motas clássicas
 
Órgão de Informação
Lordelo Jornal
Propriedade/Editor: Instituição Prof. Luís Machado       
Fundação: 1996
Telefone: 252 874 122                                    
Periodicidade: Mensal
 
Monografia
Santiago de Lordelo - Concelho de Guimarães - Roteiro Histórico da Freguesia
1988 - Geraldo José Amadeu Coelho Dias
 
Pároco
José Manuel Ribeiro Pinto    
Telefone: 252 941 201
                                                          
Junta de Freguesia
Morada: Avenida Professor Luís Machado, nº 502    4815-131 Lordelo
Coordenadas GPS: N 41º 22’23.98 / W 8º 22’47.69’’
Telefone: 252 941 033     Fax: 252 872 475
E-mail: jflordelo@gmail.com      Site: www.jf-lordelo.pt
Horário de Funcionamento: 2ª a 6ª feira 10h-12h30/14h-17h30;
3ª feira 19h-20h
Presidente: Carlos Guimarães (4º mandato)                             
Secretário: Manuel Teixeira
Tesoureiro: Abílio Freitas
 
Destaque
Movimento Associativo
O associativismo tem um papel preponderante na coesão da sociedade civil, pois visa afirmar a cidadania e os valores de diferentes formas de intervenção e organização das populações, tendo na região múltiplas variantes. Lordelo é uma das freguesias do concelho de Guimarães onde o movimento associativo se afirma de forma notável, patente no forte dinamismo e multidisciplinaridade das suas treze associações que movimentam centenas de lordelenses. A liberdade que Abril trouxe, também contribuiu para a valorização desta forma de participação cívica como se percebe pelo facto da maioria as associações em actividade serem fundadas precisamente após 1974. Neste aspecto que focamos relativo a datas de fundação, observação atenta permite concluir que foi a década de noventa a mais profícua com a criação de cinco novas colectividades. Podem-se encontrar inúmeras áreas, desde a vertente social, à cultural, ao recreio e ao desporto. A riqueza e diversidade associativa de Lordelo permite-lhe ter entre as opções um jornal mensal e um clube ornitológico, destacando-se de entre todas por tratarem áreas menos comuns. Particular é que, e talvez por isso mesmo a sua força, entre as 13 existentes nenhuma se dedica à prática de futebol de onze, modalidade que tem tanta força em inúmeras freguesias deste concelho e que por inerência absorve muitos dos recursos financeiros existentes no tecido económico local.
 
 
Receba
as novidades
no seu e-mail
nome:
e-mail:
Vale do Minho Vale do Lima Vale do Cávado Vale do Ave e Terras de Basto
Contactos | Mapa do site
Copyright © 2008 A Nossa Terra. Todos os Direitos Reservados Desenvolvido por: Direnor